Planeta Global

Terça-Feira, 19 de Setembro de 2017

BLOCOS ECONÔMICOS NO MUNDO

Mercosul Mercosul Nafta Nafta Pacto Andino Pacto Andino MCCA MCCA Caricom Caricom

BRASIL-UE BRASIL-UE UE-EUA UE-EUA

Desde o início de 2013, os Estados Unidos e a União Européia negociam o maior acordo de livre comércio e investimentos da história mundial.

BRICS: Brasil-Rússia-India-Chima-África do Sul


UNIÃO EUROPÉIA


A partir de 1º de maio de 2004, a União Européia passou a ter um total de 25 países-membros. As 10 novas nações integrantes da comunidade são: Chipre, Eslováquia, Eslovênia, Estônia, Hungria, Letônia, Lituânia, Malta, Polônia e República Tcheca. A ampliação também representa a integração histórica de países do antigo bloco soviético. E a expansão para o Leste começou a tirar da UE o caráter de organização ocidental. A maior ampliação da história do processo europeu de unificação, que ficou conhecida também como "big bang", teve assim adesão de 8 ex-países comunistas do Leste Europeu, além de Malta e Chipre, à União Européia.

ASEAN

Na Ásia o mais tradicional bloco regional denominado Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), foi formalmente estabelecido em 8 de agosto de 1967, na capital tailandesa Bangkok. A sua região tem uma população total de cerca de 500 milhões de habitantes, uma área com quase 5 milhões de km2, um PIB combinado de US$ 737 bilhões e negócios totais em um valor aproximado de US$ 720 bilhões.

Inicialmente a ASEAN era constituída só por cinco países membros originais: Indonésia, Malásia, Filipinas, Tailândia e Cingapura. Em 1984 aconteceu a adesão de Brunei Darussalam, seguindo-se a do Vietnã em 1995, do Laos e de Myanmar em 1997, e do Camboja em 1999. A China e o Japão tem participado como observadores, também porque entre seus atuais integrantes estão vários dos chamados “tigres asiáticos”.

SADC

No continente africano, a Comunidade para o Desenvolvimento do Sul da África (SADC) foi ali estabelecida em abril de 1980, através de um tratado internacional assinado pelos nove países dessa região, que foram então os seguintes: Angola, Botswana, Lesotho, Malawi, Moçambique, Swaziland, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe. Com o fim do regime racista, a África do Sul tornou-se membro. O objetivo do bloco é um efetivo crescimento das economias dos países africanos.

Atualmente, a SADC é formada por 14 países-membros, totalizando um PIB de 226 bilhões de dólares e a população de 210 milhões de pessoas. Agora a mesma SADC (Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral) é bloco econômico formado pelos países da África Austral, São: África do Sul, Angola, Botswana, República Democrática do Congo, Lesoto, Madagascar, Malaui, Maurícia, Moçambique, Namíbia, Suazilândia, Tanzânia, Zâmbia e também Zimbábue.